ViagensYucatán, México

IMG_7559
P1030401
P1030319
P1030321
P1030302
P1030354
P1030359
Mex 2
IMG_7638
IMG_7690
jhana-ellard-ZlTEBVc1vTw-unsplash
Mex 3

A Península de Yucatán, no México, é mais conhecida entre os turistas pelos pacotes que os levam diretamente para as praias da Riviera Maya. E se é verdade que as praias são magníficas e imperdíveis, o Yucatán é muito mais do que isso.

Ambas já viajámos até lá, em momentos diferentes e em modalidades distintas: a Sofia com amigos e recorrendo a tours e transferes privados, a Catarina em família e optando por alugar um carro. Ambas formas seguras, confortáveis e flexíveis de conhecer a fantástica diversidade cultural e natural da Península.

Cidades coloniais

Duas cidades imperdíveis são Mérida, a capital do Estado, e Valladolid. Fundadas, ambas, no séc. XVI por Francisco de Montejo, são exemplares fantásticos de arquitetura colonial pintada de cores tropicais e repleta de elementos tradicionais mexicanos. A sua cultura, música, gastronomia e animação muito próprias da América Latina enchem as suas praças de dia e de noite.

Herança maia

A cultura e História maia têm aqui uma presença fortíssima. O testemunho mais conhecido é o Chichén Itza, grande cidade pré-colombiana que é considerada uma das sete maravilhas do mundo e foi classificada como Património Mundial da Humanidade pela Unesco. Mas também há outros exemplares, como Uxmal, igualmente Património da Humanidade, e o El Castillo de Tulum.

Património natural

Quanto a maravilhas naturais, é difícil decidir por onde começar: para além das praias e ilhas, há inúmeras reservas naturais, como Sian Ka’an (também ela classificada pela Unesco como património natural) ou Celestún, mais conhecida pelas suas colónias de flamingos. Imperdível, também, são os cenotes, pontos de ligação entre rios subterrâneos e a superfície. Outrora usados pelo povo maia para rituais e sacrifícios, são muitos deles usados hoje em dia para mergulhos refrescantes.

Praia

Quanto à praia, toda a Riviera Maya é incrível. Ambas optámos por Tulum, e ficámos encantadas com a areia branca, o mar quente, o ambiente boémio e os restaurantes maravilhosos.

Na mesma viagem ambas visitámos outros locais, como a Cidade do México, San Miguel Allende e Guanajuato, mas contamos tudo para a próxima.

O Yucatán, para já, chega para alimentar a nossa vontade de voltar…

Como ir

A TAP já tem voos diretos para Cancún, o facilita muito a chegada ao Yucatán.

Quando ir

As temperaturas são ótimas em qualquer altura do ano. Entre junho e outubro há mais chuva e por vezes tempestades tropicais, pelo que o ideal será ir entre novembro e maio.

Catarina Anastácio e Sofia Moura